Site Autárquico de Alcobaça

Bom Dia Cerâmica

16/05/2018

 

DIAS DE BARRO E ARTE TRADICIONAL E CONTEMPORÂNEA

 

A 2ª edição do Bom Dia Cerâmica, promovido pela Câmara Municipal de Alcobaça e pela associação Coletivo Três Cês, decorre durante seis dias [18, 19 e 20 maio e 1, 2 e 3 de junho de 2018], no Mercado Municipal, com múltiplas atividades ligadas à cerâmica. Incluso neste evento ocorre ainda o II Encontro Nacional de Cerâmica em Alcobaça, cujo objetivo primordial é estabelecer uma reflexão sobre a realidade inerente ao património material e imaterial da cerâmica com a participação de investigadores, artistas, industriais e empresários. 
Alcobaça, por estes dias, será um centro de cultura cerâmica onde irão ocorrer mesas-redondas, projeções de filmes, exposições artísticas, momentos de lazer, exposições de cerâmica artística, oficinas e demonstrações de “cerâmica viva”.
Este evento, originalmente promovido em Faenza (Itália) foi alargado a Portugal, por iniciativa da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica (AptCC).

 

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

 

18 A 20 MAIO

MUSEU RAÚL DA BERNARDA E OFICINA DE ARTES MESTRE JOÃO SANTOS

 

:::::::::::::

 

18 MAIO

14H30
MUSEU RAÚL DA BERNARDA

Masterclass de Cerâmica: Os Vidrados Industriais
com Manuel da Bernarda (industrial, Cerâmicas São Bernardo),
Alberto Silva (Consultor de Cerâmica) e José Eduardo Alves (Industrial, Val Sol).

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

 

19 e 20 MAIO

9H00 ÀS 19H00
OFICINA DE ARTES MESTRE JOÃO SANTOS

Cerâmica Non Stop
com Liliana de Sousa.

Workshops para todos (30 minutos - 5€ cada)
um dia inteiro aberto ao público que queira conhecer e experimentar fazer uma pequena peça cerâmica sobre Alcobaça, são 30 minutos em que se passa por vários processos do início até ao fim da conceção da peça cerâmica.

Oficinas livres
para ver ou participar, com Miguel Sousa e Patrícia Ribeiro.

 

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

 

1 A 3 JUNHO: 9H30 ÀS 19H00

MERCADO MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

 

:::::::::::::

 

1 A 3 JUNHO

09h00 às 19h00 .Mercado Municipal
Exposição “Júlio Cipriano de Figueiredo: Cerâmica Poética”

Mostra de cerâmica dedicada a um dos artistas ceramistas pertencentes à denominada “geração de ouro” da cerâmica artística de Alcobaça do período áureo da década de 40 e 50 (século XX). Artista ceramista, pintor e poeta, Júlio Cipriano Figueiredo une as suas mais variadas dimensões criativas em peças emblemáticas de cerâmica onde ganha expressão a cor,
a forma, o estilo e a palavra.

 

11h00 e 17h30 . Mercado Municipal
Sessão de filmes documentais de cerâmica

”Mário Reis, Ceramic Artist. Working Progress” (De Mário Reis, Cristina Loureiro E Jorge Melo, 2015)
“Feito em Portugal/Sold Elsewhere” (de Bruno Carnide, 2017)
“20 Anos de Oficinas num Convento” (de Pedro Grenha, Rodolfo Pimenta e Rui Cacilhas, 2017)

 

Centro Histórico da Cidade
Exposições “Rios de Cerâmica” e “Cerâmica nas Ruas”

Iniciativa da União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria em parceria com o Museu de Cerâmica de Alcobaça - Colecção Pereira de Sampaio tendo como mote “Virgínia Victorino, a Musa do Soneto (1895-1967)”.

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

 

2 JUNHO

16h00 - 18h30
Demonstração de cozedura com técnica de "Saggar" por Nadine Guénio (1ª parte)

O “saggar” (contração de “save and guard”) é um recetáculo, oriundo do Oriente, que foi utilizado durante mais de um milénio para a proteção das peças cerâmicas durante a cozedura, protegendo-as dos gases, das cinzas, do fumo e das chamas. Hoje em dia, o saggar é utilizado de forma inversa: o mesmo recetáculo de proteção serve para fazer reduções (atmosferas pobres em oxigénio) durante a cozedura, através da introdução no próprio saggar, de diversos materiais orgânicos com sal (serradura, folhas, algas…) e de material inorgânico (óxidos, arames, palha de aço) junto com as peças. O fumo produzido durante a cozedura vai provocar cores e tonalidades únicas na superfície dos objetos.

 

:::::::::::::

 

II ENCONTRO NACIONAL DE CERÂMICA EM ALCOBAÇA

A cerâmica impõe-se pelo seu legado económico e social como um segmento histórico essencial ao compósito identitário nacional. Em Alcobaça, este legado constitui um elemento naturalmente potenciador do desenvolvimento local e regional, sabendo que permanece hoje como um fator vivificante da dimensão tanto cultural, como socioeconómica da região.
A presente edição ocorre no rescaldo da recente constituição da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica, formalizada a 17 de abril de 2017 em Mafra. Este Encontro mantém como objetivo primordial estabelecer uma reflexão sobre o património material e imaterial da cerâmica. Partindo do legado histórico, mas assente no levantamento da realidade presente, pretende sobretudo lançar um debate alargado sobre o futuro a partir de quatro temas propostos em mesa redonda a oradores convidados (investigadores, empreendedores e artistas).

 

II ENCONTRO NACIONAL DE CERÂMICA EM ALCOBAÇA (1ªPARTE)

O primeiro dia é dedicado aos impactos socioculturais e económicos da cerâmica portuguesa seja através das políticas públicas concertadas pela via institucional intermunicipal ou em função do posicionamento estratégico que é imposto à iniciativa empresarial, seja comercial ou industrial. Que”espaço” (cultural, social, económico) ocupa a cerâmica na sociedade contemporânea? Que conteúdos estamos a formar e em que contextos?

 

14H30
SESSÃO DE ABERTURA

Paulo Inácio, Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça
Célia Batalha Fernandes, Vereadora da Cultura de Mafra e Presidente da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica

 

15h00
PALESTRA INAUGURAL

A Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica (AptCC)
José Luiz de Almeida Silva (CENCAL)

 

15h30
MESA REDONDA I

Filme debate “Feito em Portugal/Sold Elsewhere” (de Bruno Carnide, 2017)

Moderador: Joaquim Paulo (Diretor do Região de Cister)
Paulo Inácio (Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça)
Paulo Sellmayer (Caldas Design Week/Design Ofícios Cultura)
Alberto Silva (Consultor de Cerâmica)
Manuel da Bernarda (Industrial de Cerâmica)
José Luís Nogueira (Administrador do Grupo Visabeira*)
Eduardo Gomes (Amasso Home Ceramic)

* a confirmar

 

:::::::::::::

 

17h30
Lançamento do livro

“Olaria de Alcobaça Lda. 90 Anos 90 Peças”

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

 

3 JUNHO

10h00 - 12h30
Demonstração de cozedura com técnica de "Saggar" por Nadine Guénio (2ª parte)

O “saggar” (contração de “save and guard”) é um recetáculo, oriundo do Oriente, que foi utilizado durante mais de um milénio para a proteção das peças cerâmicas durante a cozedura, protegendo-as dos gases, das cinzas, do fumo e das chamas. Hoje em dia, o saggar é utilizado de forma inversa: o mesmo recetáculo de proteção serve para fazer reduções (atmosferas pobres em oxigénio) durante a cozedura, através da introdução no próprio saggar, de diversos materiais orgânicos com sal (serradura, folhas, algas…) e de material inorgânico (óxidos, arames, palha de aço) junto com as peças. O fumo produzido durante a cozedura vai provocar cores e tonalidades únicas na superfície dos objetos.

 

:::::::::::::

 

II ENCONTRO NACIONAL DE CERÂMICA EM ALCOBAÇA (2ªPARTE)

No segundo dia, é proposto uma abordagem ao fio de prumo histórico e artístico da dimensão social e cultural da cerâmica contemporânea. A relação da arte com a cerâmica e o seu legado histórico e sociocultural dão o mote às sessões cuja a transposição, a transmissão (ou não) e a fusão dos valores estéticos e técnicos, estarão em debate. 

 

15h00
MESA REDONDA II

Filme debate “20 anos de oficinas num convento” (de Pedro Grenha, Rodolfo Pimenta e Rui Cacilhas, 2017)
Arte & Cerâmica: Transposição, Transmissão, Fusão.

Moderador: Alberto Guerreiro (Museólogo, CMA)
Jorge Pereira de Sampaio (Historiador, APH)
Virgínia Fróis (Laboratório de Cerâmica,FBA de Lisboa)
Vasco Sival(Oficinas do Convento, Câmara Municipal de Montemor-o-Novo)
Mário Reis (Artista Plástico)
Jean Ferrari (Artista Ceramista, Coletivo 3C’s)

 

15h45
MESA REDONDA III

Filme entrevista “Júlio Cipriano de Figueiredo” (de Alberto Guerreiro/Manuel da Bernarda, 2015)
Para Memória Futura da Cerâmica Alcobacense: conectar o denominador comum.

Moderador: Jorge Pereira de Sampaio (Historiador, APH)
Alberto Guerreiro (Museólogo, CMA)
Luís Peres Pereira (Presidente da ADEPA)
Liliana de Sousa (Artista Ceramista)
Palmira Elias (Artista Ceramista)
Fernando Lisboa (Artista Ceramista)

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

OFICINAS TODOS OS DIAS:
das 10h às 12h e das 15h às 17h
Inscrição prévia para o mail cultura@cm-alcobaca.pt,
máx. 10 participantes em cada oficina


Workshop de Lastra
Carla Soares & Patrícia Ribeiro


Workshop Modelação
Leonor Dupic & Miguel Sousa


Workshop Roda
Francisco Resende Correia & Deborah Manson

 

:::::::::::::

 


CRIAÇÃO AO VIVO:
Bernadette Martins, Liliana Pereira de Sousa, Maria Cristina Salgado, Ana Sobral, Sergio Amaral, Mário Reis.

[Estas criações serão expostas no átrio da Biblioteca Municipal de Alcobaça de 10 a 31 julho]

 

:::::::::::::

 

EXPSIÇÃO DE CERÂMICA:
“Júlio Cipriano de Figueiredo: Cerâmica Poética”

 

:::::::::::::

 

MOSTRA DE CERÂMICA CRIATIVA CONTEMPORÂNEA:
Cerâmica Viva, Didática e Eclética

Participantes: Adosinda Pereira, Carla Soares, Patrícia Ribeiro, Fátima Lopo de Carvalho, Nadine Gueniou, Bernadette Martins, Deborah Manson, Heitor Figueiredo, Liliana Pereira de Sousa,Josiane Rodrigues dos Santos, Francisco Resende Correia, Maria Cristina Salgado, Miguel Sousa,
Sérgio Amaral, Ana Sobral, Leonor Dupic, Mário Reis, Ana Vilela e Atelier Todd Ferrari.

 

:::::::::::::

 

OFICINA DE ARTES MESTRE JOÃO SANTOS:
Mostra de Trabalhos das Oficinas de Cerâmica

 

:::::::::::::

 

ESPAÇO CENCAL
Informação e Divulgação

 

:::::::::::::

 

DIAS ABERTOS NOS MUSEUS MUNICIPAIS:
Museu Raúl da Bernarda, Museu do Vinho de Alcobaça e Central da Confluência dos Rios

 

 

Contactos

Newsletter